Topo
Prefeitura Municipal de Quixadá
TAMANHO DA FONTE: A+ A A-
Contraste

Notícias

Secretária de Saúde, Juliana Câmara, emite nota em repúdio a decisão que restringe atividades de enfermeiros no SUS

A secretária de Saúde de Quixadá, Juliana Câmara, emitiu nesta manhã, nota em repúdio a decisão judicial, na qual o juiz da 20ª Vara da Justiça Federal de Brasília, Renato Borelli, concedeu liminar que proíbe enfermeiros de revalidar receitas médicas e de requisitar consultas e exames. Para a secretária a decisão enfraquece o Sistema Único de Saúde (SUS) e retira direitos conquistados.

Veja a nota na íntegra:

Venho por meio desta, como secretária municipal da saúde, mas também, como profissional enfermeira, manifestar total repúdio a decisão judicial liminar que proíbe o pleno exercício das funções dos enfermeiros. A liminar representa não só a retirada de direitos para os profissionais, pois afeta o cotidiano dos atendimentos nas unidades de saúde do SUS, prejudicando diretamente a população que necessita de exames como papanicolau, testes rápidos e entre outros. A decisão afeta também os pacientes acometidos com doenças crônicas, a exemplo de diabetes e hipertensão, que estão impedidos de recorrer ao enfermeiro para o acompanhamento de rotina e solicitação de exames.

Para se ter uma ideia da dimensão dos impactos negativos da medida judicial, até mesmo o acompanhamento pré-natal será afetado.

Por fim, faço votos de que haja uma decisão final favorável a classe de enfermeiros. Até então, cabe-nos cumprir a liminar e elaborar estratégias que não prejudiquem a população.

Juliana Capistrano Câmara
Enfermeira e Secretária de Saúde de Quixadá

 

Gostou? Compartilhe:

Acesso Rápido

Final de página