Topo
Prefeitura Municipal de Quixadá
TAMANHO DA FONTE: A+ A A-
Contraste

Notícias

Prefeito João Paulo participa da Oficina de Capacitação do Programa Nascer no Ceará e ressalta importância da ação

Aconteceu na manhã desta terça-feira, 30, no Auditório da Faculdade CISNE, a solenidade de abertura da Oficina de Capacitação do Programa Nascer no Ceará, ação realizada pelo programa Mais Infância Ceará, em parceria com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) e a Sociedade Cearense de Ginecologia e Obstetrícia (Socep).

O evento segue até o dia 31 e conta com as presenças de médicos e enfermeiros da atenção primária, ginecologistas, obstetras, pediatras e enfermeiros da atenção ambulatorial especializada e maternidades dos municípios da Macrorregião de Saúde do Sertão Central.

O objetivo é reduzir o adoecimento e a mortalidade materna e infantil. Por isso, o programa estabelece a reestruturação da linha de cuidado materno-infantil a partir do cuidado à gestação de alto risco, o fortalecimento do processo de regionalização e descentralização das ações e serviços de saúde do SUS e qualificação da assistência na linha de cuidado materno-infantil através da elaboração e implementação de protocolos, qualificação de profissionais e definição de fluxos assistenciais nos três níveis de atenção, nas cinco macrorregiões de Saúde do Estado.

O prefeito de Quixadá, João Paulo, participou do evento e reforçou a importância do Programa, “pois é um momento de avaliação que nos levar a identificar onde podemos e devemos melhorar”.

Durante o evento, o médico e ex-prefeito de Quixadá, Francisco Mesquita, foi homenageado pela Coordenadoria da Macrorregião de Saúde do Sertão Central pelos relevantes serviços prestados. Ele agradeceu e lembrou da dedicação que os profissionais da saúde precisam ter no atendimento a mulheres grávidas. “A assistência médica a mãe e ao filho é complexa e cara. Essa carestia diminui quando a nossa dedicação torna-se algo do nosso cotidiano.

O Nascer no Ceará faz parte das atividades do Mais Infância Ceará, idealizado pela primeira-dama do Estado, Onélia Santana. O programa desenvolve um conjunto de ações que envolvem os três níveis de atenção através de pactuações municipais, regionais e macrorregionais para o fortalecimento da assistência qualificada às gestantes de alto risco. A iniciativa dispõe de aplicativo de celular que ajudará na assistência e monitoramento de todas as gestantes cadastradas para apoiar as ações desenvolvidas pelo programa.

Gostou? Compartilhe:

Acesso Rápido

Final de página