Topo
Prefeitura Municipal de Quixadá
TAMANHO DA FONTE: A+ A A-
Contraste

Notícias

Ilário Marques é eleito presidente do Consórcio para Gestão Integrada de Resíduos Sólidos no Sertão Central

Seis prefeitos da Região do Sertão Central I – dos municípios de Quixadá, Quixeramobim, Ibicuitinga, Banabuiú, Choró e Ibaretama, e o secretário Estadual do Meio Ambiente, Artur Bruno, participaram na manhã  da sexta-feira (10/5), na sede da Secretaria do Meio Ambiente do Ceará (SEMA), do encontro que marcou a assinatura do protocolo de intenção para criação do consórcio para a Gestão Integrada de Resíduos com foco na Coleta Seletiva Múltipla.

Na ocasião, o prefeito de Quixadá, Ilário Marques, foi escolhido pelos demais gestores para presidir o consórcio, que objetiva atender, integralmente, os requisitos do Índice Municipal de Qualidade do Meio Ambiente (IQM) que garante 2% de repasse do ICMS aos municípios.

Segundo Ilário Marques, a iniciativa do Governo do Estado, por meio da SEMA, “vem apontar soluções sustentáveis” para a questão dos lixões existentes nos municípios. “Com a gestão integrada de resíduos sólidos a partir dos consórcios microrregionais e com toda a assessoria que estamos recebendo vamos poder ter um processo mais adequado de coleta do lixo produzido”, afirmou. “Vamos ter toda uma política de incentivo à reciclagem, portanto de geração de emprego, e renda, no próprio município, além da conformidade ambiental”, encerra.

Marcondes Jucá, prefeito de Choró, disse que “a iniciativa do Governo do Estado, por meio da SEMA, junto com os prefeitos, é a melhor possível” e para o chefe do executivo de Ibaretama, Francisco Edson de Moraes, “as coisas agora estão encaminhadas”. Também participaram da reunião de assinatura, os secretários Francisco Kildare Lobo Cavalcante, do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente e Higo Carlos Nobre Cavalcante, de Trânsito, Cidadania, Segurança e Serviços Públicos, de Quixadá; Maninho Calixto, da Agricultura e Meio Ambiente, de Ibaretama. Representando o prefeito de Banabuiú, Romário de Lima, e de Quixeramobim, Rodrigo Torres Nascimento.

A partir da assinatura do documento, o município estará apto a atender o Decreto Estadual nº 32.483, de 29 de dezembro de 2017, e terá até cinco anos para construir uma Central Municipal de Resíduos, conforme previsto no Plano de Coleta Seletiva.

Até 2018, foram formalizados 10 consórcios envolvendo 89 municípios.

 

*Com informações da SEMA

Gostou? Compartilhe:

Acesso Rápido

Final de página